sexta-feira, 5 de agosto de 2011

O CASO DAS LIXEIRAS

Ontem dei uma volta em Porto Alegre e, pela primeira vez, localizei uma daquelas novas lixeiras as quais a prefeitura tem feito tanta propaganda: as ditas "ecológicas". Tais instrumentos trazem diversos benefícios para o desenvolvimento da coleta seletiva, mas tem gente que prefere a coleta de detritos em fogo. No dia de hoje, ligo a televisão e meus olhos, novamente, assistem a uma notícia lamentável: mais lixeiras destruídas.  Vândalos vagando pelas ruas da cidade com o propósito de destruir o patrimônio público. Reclamamos, por vezes, da falta de recursos investidos nesse tipo de procedimento urbano, mas aí um bando de vagabundos, por prazer ou loucura, vão e destroem. Qual a solução?

Não dá para reinicializar o Brasil. É só ler os livros do Laurentino Gomes, "1808" e "1822", que se entende perfeitamente o porquê de termos resultado nesta atual circunstância. Queria saber o que se passa na cabeça desses marginais. Eles depredam e se sentem orgulhosos de seus feitos aparecerem na tv? É só isso, mesmo que sem reconhecimento pessoal? E o mais curioso: descobrindo-se a procedência dos ataques, serão punidos. É verdade que tal punição resultará em um processo longo e demorado que, ao final, lhes garantirá uma liberdade condicional, mas liberdade ainda assim!

Às vezes dá vontade de voltar a idade média. Sabe o que acontecia a quem queimava as lixeiras do rei? Lhe cortavam a mão, para não dizer outras coisas muito piores. Se pelo menos a aplicação da lei fosse mais organizada...

Ah e meu guia das lixeiras para vagabundos:


Quer destruir? Destrói essa! Está sempre lotada e cheia de abelhas sugando o açucar do refrigerante! Deixem as novas em paz!

BOM FINAL DE SEMANA E DENUNCIEM OS MARGINAIS!

3 comentários:

Juliana disse...

Ótima POSTAGEM...parabéns!

Anônimo disse...

Por mim, deixava esses caras presos duas emanas dentro das lixeira como medida sócio educativa.
heheheheheh

by lokobeer

Anônimo disse...

LUZ DISSE: não dá Lokobeer , não iria adiantar nada. Você não deve esquecer que estamos no Brasil. Eu gosto do meu país , só não gosto dêste povinho medíocre que vive aqui , a começar pelos nossos políticos . Se você fizer isso ,deixar "esses lixos" dentro das lixeiras...Meu Deus! Os Direitos Humanos iriam sair correndo para defendê-los. Mas mesmo assim eu acho que sua idéia é válida , eu faria assim : colocava todos dentro da lixeira ,jogava gasolina ,acendia um fósforo e fechava com um "Senhor cadeado" ( para não ter o perigo deles abrirem )...legal? e colocaria um aviso bem grande assim ,tipo outdoor: "aqui JAZ quem ousou ofender o próximo , estragando o patrimônio que é de todos ,não tentem fazer o mesmo...!"