domingo, 21 de agosto de 2011

PRINCÍPIO RETRIBUTIVO

De todos os grandes super heróis dos quadrinhos e filmes, eu sempre destoei da maioria dos meus amigos ao trocar a potência de poderes exorbitantes pela realidade de um homem amargurado. Em outras palavras, enquanto escolhiam Super Homem, Thor, Capitão América, eu escolhia o Justiceiro. Apesar de criado em 1974, Frank Castle, certamente, é o herói mais atualizado da Marvel Comics, por revelar um princípio que a sociedade clama em uma impunidade onipresente: retribuição.


O que dizer a um pai que teve a filha estuprada e morta? Isso vai passar? Perdoar é divino? Pode até ser, mas a justiça terrena proporcional ao feito jamais será alcançada. Os direitos humanos foram uma grande conquista da humanidade firmados pela Declaração Universal do Marquês de Lafayete, grande figura francesa que ajudou na revolução republicana dos Estados Unidos. Mas hoje em dia, aonde chegamos a um estágio em que os pensamentos absolutistas e antissemitas já são minoria, tais direitos servem apenas para uma coisa: proteger bandidos.

O Justiceiro é meu herói predileto, pois é um homem como eu, com a diferença de que ele tem a coragem de fazer a justiça utópica a qual tanto desejamos. Uma pessoa mata, para o Justiceiro deveria receber punição igual; uma pessoa estupra, pena proporcional. Uma prisão limita as ações, mas traz a igualdade entre ação e reação? Esse é o principio retributivo de um herói que perdeu a família, terrivelmente assassinada, ou seja, perdeu tudo. Você pode compará-lo aos grupos de extermínio que estão ficando populares no Brasil: não cometa este erro. Frank Castle possui um senso moral próprio e busca eliminar sistematicamente marginais corruptores da lei aonde, de suas ações sangrentas e sujas, transforma o crime em benefício para a população, não para si mesmo.

Um homem justo não deve fazer concessões a si próprio, mesmo que ache estar fazendo o certo, já disse Aristóteles. O filósofo condenaria as ações do herói, mas cada homem faz o que precisa ser feito, dentro de uma moralidade insubordinada. Fazer o certo, às vezes, é fazer o errado em uma menor intensidade, sem vantagens próprias. Essa é a política do Justiceiro, que mesmo condenável, é um personagem que apresenta um mínimo senso do incorruptível.

Não quero sair matando todo e qualquer bandido, por favor, não me compreendam mal. Só que as notícias do jornal se repetem todos os dias: crimes de mais, ações de menos. Oh, e agora quem poderá nos defender?

FUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

5 comentários:

Anônimo disse...

EEEEEEEUUUUUUUUU
o Chapolin Colorado.
Esse sim é o super herói de verdade. Acabou com o tripa seca sem querer.
Álém disso, ele é colorado e isso é mais do que demais. hehehehehehehe

Anônimo disse...

by lokobeer

Juliana Borges de Almeida disse...

Essa foi boa....isso não vale...qdo eu li a pergunta eu respondi sozinha a mesma coisa wue vc colocou Lokobeer, hehehehe.
Éh...quem poderá nos ajudar? com tanta maldade, com tanto ódio, tanta injustiça acontecendo..Olha acho que essa nem o Chapolin Colorado vai poder fazer alguma coisa.

Anônimo disse...

Eu já acho que essa falta de punição aos bandidos ( aí , entenda-se todo o tipo: assassinos,estupradores,pedófilos , colarinho branco...) não é uma coisa generalizada. Em países civilizados ,de primeiro mundo , também existem bandidos , mas em quase todos esses países dos quais eu falo , existe a "punição exemplar". Infelizmente,o nosso país não se encontra nesta feliz classe...a de primeiro mundo , porisso...sofremos tanto com a impunidade.É o que eu penso Gabriel e olha...o JUSTICEIRO, também sempre foi o meu herói favorito. Selena.

Anônimo disse...

LUZ VELLOSO disse: o meu herói favorito sempre foi o Super-homem.Sempre gostei de ver os desenhos e filmes em que ele aparecia sempre defendendo todo mundo.Não tinha para ninguém : qualquer bandido :ele tomava conta.Precisamos de Super-Heróis , mas de que jeito se eles são apenas ficção? Nem "galã" para as novelas o pessoal está encontrando mais!quanto mais um:Justiceiro...um Super-Homem...um Homem-Aranha.