quinta-feira, 29 de setembro de 2011

CALA BOCA, CLÁUDIA LEITTE!

Pobre Galvão Bueno. Um dos maiores narradores da história foi caçado ano passado em uma campanha que lhe mandava calar a boca. Injustiça terrena para com uma voz que ficará eternamente marcada em grandes momentos do esporte brasileiro. Mandamos o Galvão fechar a matraca quando existe no mundo Cláudia Leitte: alguma coisa está muito errada. Tá faltando firmeza na paçoca!

Ontem, a cópia mal feita de Ivete Sangalo ficou brabinha com os defensores melosos do rock. Em seu blog, postou o seguinte texto, que está dando o que falar:

"Não gostar de Axé é normal! Anormal é achar-se superior porque conhece John Coltrane ou porque adora o Metallica. Procurem no Google sobre a história de um ariano que se achava superior aos judeus...Há tanto por fazer. E pessoas com voz ativa, com acesso à internet, manifestam-se como se fossem melhores que as outras porque curtem o LED ZEPPELIN".

Fazer o que, nem todos os blogs mantêm o nível do gato gordo: uma belezura de site salpicado pelo brilhantismo de seu escritor (coisas de Juremir Machado). Muito pelo contrário, a cantora deveria, como uma pessoa da mídia, saber dirimir a crítica. Os fãs do rock estão apenas sendo fiéis ao que diz o nome do festival: rock in rio e não axé rio! Agora, mesmo que a manifestação dos críticos fosse extremamente injusta, não há por que comparar os "rockers" a Adolf Hitler. Isto, como ela diria, é cafona, é estupidez de alguém que desconhece o que foi o Nazismo. Opinião não significa preconceito! Outros artistas, de gêneros também diversos, não foram vaiados, sacou a diferença?

Eu gosto de música boa, independente do som em questão, mas admito que o rock seja o único imortal. Nem por isso estive presente na onda do Twitter contra a cantora, chamando-a de "Cláudiarréia". As redes sociais permitem janelas para o mundo as quais covardes ganham coragem e onde o ímpeto não é freado pelo olhar adversário. Pode tudo! Mas eu, que não participei da crítica, fui tocado pela manifestação infeliz da cantora e não sou nazista! Não sou! Então, através do poder a mim concedido pelo gato gordo e seu pai, o gato diabético, mando honrosamente um

CALA BOCA, CLÁUDIA LEITTE!!!!!!!!!!!!!

FUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

5 comentários:

Anônimo disse...

muito bom, parabéns.

Anônimo disse...

LUZ MARIA disse:
Faz tempo que não posto um comentário. Falha inadimissível. Gosto de comentar e gosto mais de ler as postagens. não importa se fico um dia ,dois dias ...sem comentar. Sei que vou encontrar sempre postagens como essa de hoje,muito "bala".Eu gosto desse seu poder de captar essas coisas que acontecem em nosso cotidiano ,todo o dia , como por exemplo,essa declaração infeliz da imitação mal feita da Ivete Sangalo. Captar essas...essas e tantas outras coisas interessantes desta forma sutil,com bom humor, bom senso e uma dose de ironia você sabe fazer ...e muito bem.Eu concordo com você em não participar da onda no Twitter ( mesmo porque não tenho Twitter),não é preciso massacrar a pessoa,somos do bem. Mas eu diria assim , além do: "Cala a boca Cláudia Leitte"!, também: "Cala a boca Ivete Sangalo"!assim,só para que elas não fiquem com ciúmes uma da outra , já que vivem brigando, não acha? Sacou? LUZ.

Juliana Borges de Almeida disse...

Mais uma ótima postagem.
As pessoas que deixam subir para a cabeça nunca vão admitir críticas. Mas vai o meu cala a boca Claudia Leite,também.

Ursinhos Carinhosos disse...

Isso Aeee!!!!

Anônimo disse...

Adorei sua postagem , como sempre consegues pegar o quê da questão , juntar tudo, adicionar pitadas de humor irônico. Eu estou um pouco por fora disso que a Cláudia Leitte falou,mas ela é bem bobinha,não é? Eu não acho que ela seja uma cópia mal feita da Ivete , acho que ela é bem mais fraca. A Ivete tem carisma,gingado e um vozeirão,gosto dela. Mas não foi isso que enfocastes ,foram as palavras da Cláudia.Esses artistas estão sempre rodeados de paparazzis e têm que cuidar muito o que dizem. Mas concordo com o "Cala a boca Cláudia"! Selena Linhares.