quinta-feira, 15 de setembro de 2011

PAPARAZZI

Já escrevi no blog um pouco sobre a dinâmica que envolve paparazzi e artistas. Acho que não fui suficiente e os temas se renovam. Quem ficou atento a internet ontem, deve ter verificado a mais nova vítima dos perseguidores sem escrúpulos: Scarlett Johansson. Posso afirmar que, como homem, estou feliz em ver a belíssima atriz do jeito que veio ao mundo, afinal, parafraseando a letra de pagode: "tudo que é bonito é para se mostrar". Porém, como ser humano, estou triste pelos reflexos que fotos reveladoras da intimidade pessoal podem gerar, ainda mais de uma pessoa famosa.


A notoriedade gera inveja; o desconhecimento, desdém. Sempre me utilizo dessa frase para pessoas com limitação de caráter. E não é diferente para com os famosos, muito pelo contrário, lá os sentimentos ficam mais aflorados e, por qualquer deslize, minutos depois haverá algum site estampando as peripécias desagradáveis resultantes de reações emocionais. Na verdade, a profissão de perseguir pessoas apareceu recentemente, com o advento da internet. A manifestação selvagem, que desrespeita o artista, o ser humano e a moralidade não eram tão latentes em tempos anteriores. Paralelo a isto, o surgimento dos paparazzi revela uma promissora saga empregatícia em ebulição: a profissão de destruir vidas alheias, através de fatos comprometedores, para garantir o próprio sustento.

Justifica-se querer saber mais sobre a fama, incorporar aspectos de seu artista favorito, os apaixonados fãs merecem informações. Todavia não a ponto de prejudicar quem as pessoas são, sejam famosos ou anônimos. Privacidade é algo fundamental para uma vida feliz. Às vezes, quantidades absurdas de remédios e bem remunerados profissionais da saúde não são suficientes para ajudar a suportar a pressão de ser uma mega estrela. A liberdade, nesses casos, é inversamente proporcional ao tamanho da fama.

Aguenta Scarlett, o Gato Gordo está contigo! E se precisar de um ombro amigo ou de um namorado/marido/amante, estou aqui, já sabes onde me encontrar. Mas cuida desse bafo hein? Da última vez foi difícil de aguentar.

FUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

2 comentários:

Anônimo disse...

Graças aos paparazzi , Lady Diana morreu!
Selena Linhares.

Anônimo disse...

LUZ DISSE: eu acho que as pessoas muito famosas e famosas por suas qualidades, celebridades mesmo( não aquelas que "pagam" para aparecer tipo: Suzana Vieira , Adriane Galisteu,Eliana,as nossas tupiniquins aqui) pagam este ônus.Eu falo daquelas celebridades que sofrem nas mãos dêstes destrambelhados . É exatamente isso,"a liberdade é inversamente proporcional a Fama",ou seja quanto mais fama,menos liberdade,infelizmente é uma realidade,mas isso não dá o direito dêstes paparazzis abjetos fazerem o que fazem com pessoas ,que não querem ter a sua privacidade invadida,mas o problema é que eles ganham muito se conseguem "aquele furo de reportagem",então...mãos a obra!Muita gente morreu por causa deles,muita gente caiu em depressão profunda por causa deles ,mas...eles continuam aí.Fazer o que,não é? Nessas horas eu penso assim: "como é bom ser bem anônima" Luz Maria.