sexta-feira, 14 de outubro de 2011

ATLAS

Imagine fazer uma coisa chatíssima por toda a eternidade. Meu calvário, certamente, seria assistir aos emocionais filmes de "Crepúsculo" sem parar. Um revólver carregado de apenas uma bala ficaria extremamente atrativo. Atlas, não o livrinho de geografia, mas sim o grande titã, poderia dizer algo semelhante, mas seu suplício fora diferente.

Zeus era o rei do pedaço na mitologia grega. Qualquer um que ousasse desobedecer levava um raio doído no traseiro. Alguns, todavia, sofriam castigos divinos, tal qual foi Sísifo, o grego, lembra?


Atlas partilhou de um destino parecido, sendo obrigado, por Zeus, a carregar o mundo nas costas. Acontece que apareceu Hércules dando continuidade ao décimo primeiro trabalho (foram doze), no qual deveria capturar os pomos de ouro das Hespérides. Outro titã, Prometeu, alertou o herói de que Atlas poderia fazê-lo impunemente. Hércules, então, aceitou assumir o lugar do castigado titã para que o mesmo realizasse a missão. Porém, na volta, Atlas gozou tão bem de sua liberdade, que não aceitou retornar ao seu antigo posto, deixando Hércules em apuros. O grego todavia tinha um plano: manteve a calma e induziu o sacaninha a segurar o mundo novamente, sob o argumento de que colocaria uma armadura como reforço para suportar o peso. Não deu outra. O asno do Atlas aceitou a proposta e voltou para onde não sairia por muito tempo.

E olha quem encontro na Praça da Alfândega, em Porto Alegre:


É impressão minha ou ele vomitou no próprio joelho? Alguém se arriscaria a segurar o planeta por toda a eternidade? Minha única certeza é que esse emprego deve ser mais bem remunerado do que qualquer bacharel recém formado... HOHOHOHOHOHOHO

BOM FINAL DE SEMANA!

FUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII...

... PARA A OKTOBER.

3 comentários:

Anônimo disse...

Tenho impressão ,ao ler sua postagem que fala mais ou menos sobre se ter um emprego,uma ocupação que não nos dê muito prazer,por causa da realidade que nos puxa para empregos as vêzes , que não nos dão satisfação , além de pagarem mal ,será que acertei? O Atlas só tinha a realidade "dura": segurar em suas costas, o mundo. O bom da vida ,é poder conciliar o ideal, o sonho,com a realidade.Tem vêzes que dá , outras é quase impossível. Mas eu,que consegui isso,juntar o sonho com a realidade ,(às vêzes dura),aconselho todo mundo a não desistir de seus sonhos,daquilo que realmente gostam. Tentem,não desistam mesmo se os caminhos forem sinuosos , chegará o dia que acontecerá(sonhos são, para quem sabe sonhar...basta ACREDITAR).E vocês podem acreditar,quando isso acontece,o prazer é indescritível.Mas ( conselho!) não tirem nunca os pés do chão,não "flutuem na maionese",procurem conciliar os dois,o ideal, com as responsabilidades e as necessidades básicas que a vida nos obriga a ter.Acabada a fase de "filhinhos do papai e mamãe",devemos caminhar por nós mesmos,isso é regra da vida. Portanto..."sonhem e realizem"! Um abraço para quem teve a paciência de ler o que eu escrevi.Peço desculpa a meu amigo blogueiro por ter me "apossado" de seu Blog,mas acho que isso que falei ,poderá ajudar um pouquinho aqueles que estão na "encruzilhada".Selena Linhares.

luzmariavelloso@yahoo.com.br disse...

Céus...que complicada a postagem de hoje.Eu não entendo nada de Mitologia Grega.
Tu falasse em Zeus,Atlas,Hércules e Prometeu.
O Zeus aplicou o castigo a Atlas ,o Hércules assume o lugar do Atlas( recomendado pelo Prometeu) e o Atlas adora sair do castigo do qual não quer mais voltar e só volta,depois que Zeus ,ardiloso consegue isto. É,são essas as armadilhas da vida. Eu entendo assim essa postagem.Entendo também que deve ser muito difícil alguém fazer pelo resto da vida,algo que não gosta,como o abobado do Atlas,que não conseguiu se safar,embora tenha sentido um pouquinho, o gosto pela liberdade. Enfim, devemos lutar com GARRA pelo que queremos e com muita sabedoria e esperteza ,nos safar das armadilhas. Devemos também ter nossos ideais,sonhos , mas realizá-los com um porto seguro que os garanta.

Gabriel disse...

Realmente, as abordagens de vocês são bastante interessantes. Pode ser e pode não ser. A grande idéia dos mitos gregos é trazer uma lição. Cada um entende da forma que lhe for útil. E assim, o povo era educado, sob a ira que causariam desrespeitando os deuses.

Abraços!