quinta-feira, 20 de outubro de 2011

MÁFIA DA BALA DE GOMA

Eu já estava acostumado, ao me acomodar nos ônibus de Porto Alegre, a receber uma pequena apresentação de crianças vendedoras de balas de goma. Suas idades mínimas e faces inocentes sensibilizavam os cobradores, que os permitiam entrar por debaixo da roleta ou pela parte de trás do veículo. O texto que discursavam, muito mal decorado, era mais ou menos assim:

"Ô, pessoal, ô, pessoal. Bom dia! Peço um minuto de sua atenção para que eu possa divulgar o meu trabalho. Eu venho a vocês oferecer o meu produto, balinhas deliciosas, cada uma 50 centavos e três por 1 real. Peço que vocês me ajudem. Desculpe o incômodo, façam uma boa viagem e fiquem com Deus.

E então a criança ia passando entre os bancos, esperando captar singelas moedas. A maioria das pessoas doava sem receber as balas, com pena dos pequenos. Alguns eram tão jovens que tinham dificuldade de proferir certas palavras do discurso, o que me demonstrou haver alguém por trás dessa máfia ensinando forçadamente o texto. É o mesmo caso dos malabaristas de semáforo, quem ensina tal arte a eles?

Hoje peguei um ônibus e vi que a situação mudou. Havia um pôster indicando que lugar de criança é na escola, bloqueando este tipo de trabalho. Finalmente uma iniciativa louvável. Fui atrás de mais informações no site da CARRIS, mas nada encontrei. Não me lembro de ter visto o emblema da empresa, então, há a possibilidade de que algum transeunte consciente possa ter colado aquele cartaz ali, divulgando a campanha. Em breve posto mais sobre o assunto.

DENUNCIE O TRABALHO INFANTIL!!!!!


ERA WILSON
FOSTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

2 comentários:

Anônimo disse...

LUZ MARIA disse: Eu jamais dou dinheiro para essas crianças...nunca! Em primeiro lugar,tenho medo(?) de abrir a bolsa na rua e além disso,eu as "ignoro", pode parecer uma coisa horrível isso que eu disse ,mas o problema é que se eu for analizar todo o contexto pelo qual essas crianças estão nesta situação de miséria absoluta,eu chegaria a conclusão de que teria que fazer 3 coisas: 1-Jogar uma bomba em Brasília. 2-Chamar os pais destas infelizes crianças ,às falas.3- Teria que ir correndo procurar um Analista. LUZ VELLOSO.

Bruxinha Chic disse...

Adorei o blog!!!