sexta-feira, 4 de novembro de 2011

PROBLEMAS

Eu devo transparecer segurança. De fato, os outros não precisam saber de meus problemas, mas sim, tenho alguns, como toda a pessoa. Já me chamaram de misterioso por não revelar certos detalhes de minha vida. Não entendi. Sou um cara transparente até demais, só que extrapolo as informações aos poucos, de gota em gota desta torneira que é a vida. Todavia este não é o assunto a que quero chegar. Minha confiança às vezes é compartilhada por outras pessoas. Pessoas que possuem seus problemas e vêm atrás de mim falar dos mesmos. Não sou psicólogo, talvez nem seja o melhor referencial do mundo, porém faço minha parte.

O roteiro que tenho é minha própria existência. Tento ajudar conforme o que ela me disse ao longo do tempo. É verdade, também me espelho em outros grandes homens, para citar: Stauffenberg, Churchill e Corte Real. Porém eles já se foram e viveram uma realidade diferente. Eu sim estou aqui e me vejo de frente para com um mundo novo: o da perfeição. Tem sido cada vez mais fácil demonstrar felicidade através de palavras vazias, mas elas demonstram a pureza do coração? Lá sim, reside a verdade, e uma inevitável verdade, qual seja, nossas intenções, estas sim revelam quem somos. "Meu namorado me traiu", "estou muito gorda", entre tantos outros exemplos. O que eu digo para eles? A culpa é tua. Se traiu, não amava, se engordou, foi irresponsável. Parece intolerante, mas trás resultados. De uma coisa, no futuro, jamais poderão falar de mim: "não foi por falta de pensamentos que este homem morreu". Se tenho um problema, vislumbro os mecanismos para solucioná-lo, mesmo que demore até a idéia se tornar em uma atitude. Estou sempre pensando. Pensar faz bem demais, mas é uma atividade naturalmente solitária e exige muita cautela.

O problema de todos é que existem pessoas melhores. Tudo conjecturas mentais, pois essa frase é falsa. Se a vida não vai conforme as circunstâncias do que é socialmente digno, está errada. Vejamos um belo exemplo: Facebook. Um patamar de beleza, uma patamar de sociabilidade, uma exibição mútua de detalhes que amplificam o ego e tornam todos os outros em meros imperfeitos. É fácil ser divertido, é fácil ser lindo, mesmo que a realidade grite para coibir esta mentira. Os relacionamentos deviam durar mais antigamente, pois não havia tantas redes sociais. Hoje em dia, se termina o namoro, a primeira coisa que se faz é exibir-se com a mudança do status: "solteiro". Patético.

Nos dias atuais, há uma vacância de amor próprio, os outros precisam saber de tudo. É assim que o circo anda e, em minha opinião, quem joga para os outros, não guarda nada para si.

FUIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

BOM FINAL DE SEMANA!

4 comentários:

LUZ MARIA disse...

Blog do Gato Gordo com novo visual...gostei amigo!
Em relação a postagem,você pelo que falou ,gosta de dar conselhos,me pareceu ,em sua postagem que as pessoas lhe procuram para isso,quando precisam e você faz isso baseado em sua vivência,concordo,pois a vida é a maior e melhor professora.Eu NÃO,odeio dar conselhos.O que eu acho que sou é : UMA BOA OUVINTE,eu ouço , só que as pessoas problemáticas que ouço,sugam minha energia vital e aí,quem fica mal ,sou eu.Em relação aos "sites",onde todos são maravilhosos,eu estou tentando sair de um que entrei( só para ver como era...!),acho que hoje,consegui sair ,mas até que essa saída se complete,vai demorar uns 14 dias,mas...tudo bem.Eu não gostei( do site) só de olhar para tudo que "foi criado" para mim,sem eu pedir( marinheira de primeira viagem!) e me apavorei de ver a movimentação"estática" do dito site.Fico com o meu bom e velho E-mail.Sou cafona,Jurássica,velhota...mas sou feliz assim.FUIIIIIIIIIIIIIII........

selena disse...

Oi meu amigo Blogueiro...andei sumida,estava em Moscou. Não falo isso para me exibir não,apenas para justificar porque andei sumida e não fiz comentários. A sua postagem,como sempre muito bem colocada,lhe confere uma caractrística de pessoa boa que gosta de ajudar aos outros,mas com bastante cautela e algumas vêzes,"na marra mesmo",como você disse para uma amiga sua que lhe confidenciou: meu namorado me traiu...!e você deve ter pensado: "burra"!
Mas é isso mesmo,não ficar dando murro em ponta de faca,a vida é muito curta e não deve ser vivida desta forma "glamourosa" dos sites de relacionamentos ,onde todos são lindos de morrer,felizes,sem problemas,"semi-deuses.Confesso que até tenho medo deles,medo de me comprometer,medo de que a minha privacidade seja invadida.Não existe nada melhor que o téte-a-téte(olho no olho),sem máscaras,o pegar na mão,o toque,enfim...não vou dicertar ,pois a minha profissão dá muito ensejo a isso.
Bjs no coração e mais uma vêz,desculpa o comentário muito longo ,é que eu estava com saudades.

Gabriel disse...

hehhe, obrigado pelos comentários, pessoal. Cada um aborda o mundo digital da forma que lhe for mais conveniente. O mais importante de tudo, na verdade, é não cair no marasmo dos bytes, viver através de pixels ou, o que me irrita profundamente, demonstrar suas qualidades pessoais através de mínimas fotos e comentários vazios!

Grande abraço a todas!

Obs: Selena, Moscou? Nossa! Deve ter sido uma viagem e tanto! Espero que tenha aproveitado bastante! E não te preocupa, eu sempre confio que meus seguidores fiéis como você nunca abandonarão o blog! heheheh. Bjo!

Selena Linhares disse...

De novo viajando amigo e de novo comentando. Moscou sim...Na realidade fui a um Congresso,mas como é o habitual,sempre dá para fazer um pouco de Turismo. Só não deu tempo de postar de lá,no Gato Gordo,mas vontade não faltou.