quinta-feira, 8 de março de 2012

DIA DAS MULHERES

Hoje é o Dia Internacional da Mulher. Nas palavras da personagem Chiquinha, do seriado "Chaves", a partir desta data "as mulheres irão trabalhar e os homens terão os filhos". Acho fisicamente impossível, mas fica a piadinha simples, porém engraçada. Isso, entretanto, não vem ao caso. Como eu disse, hoje é o Dia Internacional da Mulher e nada melhor do que homenagear algumas figuras importantes na história.

1) Amélia Earhart (1897 - desaparecida em 1937): foi uma aviadora dos Estados Unidos que lutou pelos direitos femininos. Através de seus trabalhos, ampliou o papel da mulher na aviação americana e também nos serviços militares. Se garantiu como a primeira a cruzar o oceano Atlântico em um voo solo, ganhando a mais alta condecoração da marinha por tal feito. Em 1937, partiu em uma última jornada ao redor do mundo, porém seu avião se perdeu dos radares para nunca mais ser encontrado. Ainda hoje seu paradeiro é um mistério.


2) Annie Oakley (1860 - 1926): era o século XIX. Uma época onde a mulher ainda era considerada um ser inferior. Das terras férteis do meio artístico despontou uma grande estrela. Anne notabilizou-se por sua habilidade única e certeira com as armas, instrumentos exclusivamente masculinos. Participava de um show, um circo, chamado Bufalo Bill. Ganhou o respeito dos homens por fazer o que nenhum faria. Vejam seu desempenho no vídeo abaixo:


3) Imperatriz Leopoldina (1797 - 1826): obrigada a um casamento a força com o incontrolável D. Pedro I, a imperatriz Leopoldina merecia um destino melhor. Nascida na Áustria, chamava a atenção pela redundante desatenção com o corpo: feia de doer e sempre mal vestida, entre outros aspectos. Enquanto ocupava o cargo de primeira imperatriz do Brasil, se dedicando a problemas sociais, o marido se divertia com outra mulher igualmente histórica: a marquesa de Santos. Leopoldina começou a adoecer por volta de 1926, em grave depressão e esperando o décimo segundo filho. Morreu no dia dois de dezembro daquele mesmo ano, abortando o feto. A notícia de sua morte gerou comoção pelas cidades brasileiras: "nossa mãe morreu".


Fontes: Sites Wikipédia, Woman in history e Livro "1808", de Laurentino Gomes, respectivamente.

Era isso por hoje! Parabéns, mulherada!

2 comentários:

Luz Maria Velloso disse...

Eu citaria outras , posso? A verdadeira Maria Von Trapp ( Noviça Rebelde). A Rainha Vitória da Inglaterra(teve o Reinado mais longo da história) e fez muito pelo seu país. A Chiquinha Gonzaga, compositora e cantora brasileira,mulher avançada para seu tempo e...EU ( porque não?)

Maria Quitéria/ Quita. disse...

Existem muitas mulheres que eu gostaria de homenagear,mesmo achando esse dia ,Dia Da Mulher,sem muito sentido ,pois os nossos dias, são TODOS. Mas têm algumas mulheres que eu acho fenomenais. Vamos lá:
Maria Quitéria (meu nome foi dado,por causa dela)-foi uma militar brasileira,heroína da Guerra da Independência.
Mata Hari- Margaretha Gertruida Zelle , mulher ousada ,feminista.
Cora Coralina- Ana Lins Dos Guimarães Peixoto Bretas.Poetisa e contista brasileira.
Eva Perón-Evita-a mãe dos descamisados Argentinos.
A rainha Vitória- mais longo Reinado de todos os tempos ( 63 anos).
A Rainha Elizabeth da Inglaterra- mulher poderosa e de personalidade forte. Positiva. Herdou um Reino que não deveria ser seu e viu seu pai cair doente e morrer,por não ter nenhuma "vocação" para Reinar, o que ela fêz e faz com muita dignidade.
MINHA MÃE -esta é a que mais merece,primeiro ,por me aguentar e depois ,por todas as qualidades que possui...inúmeras!
Enfim...um grande beijo a todas as mulheres em geral.
FELIZ NOSSO DIA!