domingo, 1 de abril de 2012

O INTERNETÊS

O Gato Gordo, neste domingo de primeiro de Abril, foi assolado por forças rivais que conseguiram dominá-lo por algumas horas. Felizmente, consegui retomar o poder a tempo de garantir a continuidade deste que é o melhor blog do mundo - e do universo também. Na verdade, tudo não passou de uma brincadeira. Uma seguidora minha já disse que escrevo para todas as idades. Notei que a piadinha do dia da mentira agradou as classes mais jovens. É natural. O humor meio bobinho nunca deixou de ser engraçado. E uma mudança como essa - na estrutura do blog - chamou a atenção!

Mas a questão dessa postagem é justamente o jovem. Compilei um texto esdrúxulo, recheado de erros de português, para demonstrar o que vejo na internet nesses dias de era digital. É cada atentado grosseiro a língua, modificações não convencionadas na grafia das palavras, entre outras coisas absurdas. Há pessoas que se acostumam tanto a escrever dessa forma errônea, que acabam incorporando esse lixo ao seu vocabulário. E aí temos um problema. Já não é fácil educar, e o internetês complica mais ainda com sua linguagem inexplicável. Às vezes, quando converso com transeuntes internéticos, acabo por pedir que repitam suas frases - em português - dada minha incapacidade de compreendê-las. A comunicação escrita é uma grande força de expressão, mas alguns indivíduos a contaminam. É triste de ver, mas inerente suportar. Não são poucos os blogs aonde o uso da língua é atordoado. E o pior: atrai público. As palavras ganham um Carnaval fora de época, ficam fantasiosas e cheias de signos que ninguém sabe identificar. Se essa é a tendência de futuro, eu não quero participar dele.

Assim, a postagem diretamente abaixo foi uma brincadeira seguida de uma crítica. O primeiro de Abril está aí! Onde está o senso de humor das pessoas? Fiz questão de mascarar um texto - através de uma piada - para fazer uma avaliação sincera sobre como usuários se utilizam do meio digital. Deveríamos começar por reciclar conceitos em casa. Se isso não acontecer, já disse o falecido José Saramago: "(...) vamos descendo, de degrau em degrau, em direção ao grunhido".

Escrevam direito, pô!

Era isso por hoje!

2 comentários:

LUZ. disse...

E eu comento Sr. Blogueiro com uma pergunta e, talvêz, possas me responder em uma outra postagem.-- O que fazer então,se é assim que está caminhando a Humanidade? Um exemplo é o teu próprio Blog. Tem pessoas que se ofendem quando os comentários são muito bem elaborados e as pessoas ,ao lerem,percebem que esta pessoa se dedicou,ou seja,dedicou um "tempo" de seu dia para comentar a sua postagem. Tem também os que conseguem dizer muito e serem suscintos.Tem os que escrevem "um livro" e não dizem nada E tem os que não conseguem nem entender o que foi postado.Isto ocorre em muitos outros BLOGS que gosto de acompanhar. É realmente muito triste ver essa decadência e já que falaste no Saramago(adoro!),lá vai uma das inúmeras frases dele:
"MESMO QUE A ROTA DA MINHA VIDA ME CONDUZA A UMA ESTRELA, NEM POR ISSO FUI DISPENSADO DE PERCORRER OS CAMINHOS DO MUNDO"
( José Saramago)

selena Linhares disse...

Eu penso meu caro Blogueiro,que isto que está acontecendo com a nossa juventude e não só com a juventude,(relativo a sua postagem...claro!),é uma fase e como toda a fase...deverá passar. Tudo na vida é cíclico,vai e vem.Eu não sou pessimista,sou muito otimista e aprendi, aprendo e aprenderei muito ainda com os jovens.
Vou citar uma frase do Saramago,que particularmente não aprecio muito,mas...vá lá: "Eu,não sou pessimista,o mundo é que é estranho"